google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

Reunião define os próximos passos da Escola Diaconal

Aconteceu no dia 14 de setembro, Festa da Exaltação da Santa Cruz, a reunião com os coordenadores da Escola Diaconal Santo Estevão. A Reunião com o Bispo Diocesano aconteceu na Cúria Diocesana em Mozarlândia e contou com a participação do Diretor da Escola, Mons. Vanildo Fernandes, o Diretor Espiritual, Padre Joaquim José Neto e o Diretor Acadêmico, Padre Renato Oliveira.



Dom Agamenilton começou lembrando que o “O Diaconato é uma vocação, é um dom para a Igreja”. Nesse sentido, o bispo diocesano manifestou seu apoio reconhecendo lembrando que o Diaconato Permanente é um dom e precisa ser acolhido e cuidado.


Padre Joaquim Neto e Monsenhor Vanildo fizeram uma recordação da caminhada histórica, lembrando que desde o ano de 1986 a diocese já discutia a necessidade da implantação do ministério e que em 2015 a implantação da Escola Diaconal foi aprovada pela XIV Assembleia Diocesana de Pastoral.


Partindo desse percurso, durante a reunião foi feita uma avaliação da caminhada da Escola Diaconal e planejamento dos próximos passos. Percebeu-se que há necessidade da Vocação ao Diaconato Permanente ser mais difundida nas paróquias


O que é o Diaconato Permanente
O diaconato permanente é um enriquecimento importante para a missão da Igreja. Desde o Concílio Vaticano II, a Igreja latina restabeleceu o diaconato como um grau particular dentro da hierarquia, enquanto as Igrejas do Oriente sempre o mantiveram assim. Dessa forma, os homens casados que se dedicam a ajudar a Igreja por meio da vida litúrgica, pastoral ou nas obras sociais e caritativas podem se fortalecer recebendo a ordem do diaconato, unindo-se mais intimamente ao altar, para cumprir seu ministério com maior eficácia, por meio da graça sacramental do diaconato.
Fonte: Aletéia

Saiba mais: O que é um Diácono Permanente?