google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

Clero participa de Retiro Canônico

“ O retiro é momento de reformar nossa decisão, pois mesmo uma casa pronta sempre precisa ser reformada”. Foi com essa motivação inicial que Dom Dilmo Franco de Campos, bispo auxiliar da Diocese de Anápolis, convidou os sacerdotes para adentrarem no espaço sagrado da presença de Deus no Retiro Canônico que aconteceu entre os dias 06 e 10 de setembro no Mosteiro Santa Cruz, em Anápolis.



Fazer memória da intervenção de Deus

O pregador apresentou como metodologia do retiro a experiência de Santo Inácio de Loyola e seus Exercícios Espirituais. Dom Dilmo lembrou que o sacerdote, ao ser ordenado, não é entregue a uma paróquia, mas a um presbitério, ou seja, a uma nova família de irmãos para crescer e amadurecer no encontro e no contato com o próximo.


Dom Dilmo convidou os sacerdotes a um processo de recordação das intervenções divinas, lembrando que Deus sempre está agindo, mesmo quando não se percebe sua presença.


Deus sempre permanece mais alto

Lembrando a presença de Deus como Altíssimo, Dom Dilmo refletia que “o homem é um ser de busca: busca Deus e busca Deus no outro. Temos sempre a oportunidade de subir à montanha, mas até ai há um limite já que Deus sempre permanece mais alto, pois é um mistério”.


Durante o retiro, além dos momentos de reflexão e oração pessoal, os sacerdotes participaram da Celebração Penitencial, Ato Mariano e Adoração ao Santíssimo Sacramento.