google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

O caminho continua: termina a fase diocesana do Sínodo

O segundo dia da Assembleia Diocesana Pré-Sinodal teve início com a Santa Missa, neste domingo, 19 de junho, presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Francisco Agamenilton.



Aprofundar a missão sinodal

Após as reflexões do primeiro dia de Assembleia, os participantes, divididos em grupos, foram convidados a aprofundar o estudo da Síntese Diocesana, fruto da escuta realizada nas paróquias. Os grupos refletiram sobre a caminhada da Igreja com seus desafios e avanços. Foi destacado que nossa Igreja Diocesana já vive um certo caminho sinodal por meio da participação ativa de leigos nas pastorais e movimentos. No entanto, ainda falta aprofundar essa participação de modo mais amplo e efetivo por meio de formação e engajamento dos fiéis que ainda estão fora da caminhada pastoral. As estruturas enrijecidas, fruto da falta de espiritualidade e catequese também foi tema recorrente na discussão dos grupos. Destacou-se a necessidade de um processo de abertura de coração para o novo, sobretudo diante dos desafios que o tempo atual tem imposto para a Igreja.


Não somente o padre, mas todos são Igreja

O protagonismo dos leigos também foi bem discutido. Os grupos lembraram que muitas vezes se delega o “ir ao encontro do outro” somente aos sacerdotes, já em número reduzido em nossas paróquias, sobrecarregando ainda mais os padres. Lembrando que todo batizado também é responsável pela missão da Igreja, os participantes da Assembleia destacaram que é necessário que todas as pastorais e fiéis assumam essa missão de visitar e ir em busca dos que estão afastados.


Um caminho a ser percorrido

Com a Assembleia realizada neste final de semana, encerra-se a fase diocesana do sínodo. No entanto, o caminho de reflexão ainda é longo. A síntese que contém as respostas dos questionários respondidos pelos grupos pastorais segue agora para a Comissão do Regional Centro-Oeste para se juntar as demais Dioceses e assim compor o relatório da Igreja no Brasil que será enviado ao Vaticano. Padre Edijael, coordenador da Comissão Diocesana lembrou que o caminho ainda é longo, mas que nos ajudará a viver melhor nossa caminhada como Igreja à serviço do Reino de Deus.


Concluindo o encontro, Dom Agamenilton expressou um sentimento de gratidão pela participação de todos os envolvidos na escuta, nos relatórios e na preparação da Assembleia Diocesana. Fazendo memória da caminha das Assembleias realizadas na Diocese desde 1981 o Bispo disse que “Sinodalidade é caminho, é processo” e que por isso necessita de conversão contínua e diária. Por fim, convidou toda Diocese a preparar o Plano Diocesano de Pastoral partindo dos passos ver, discernir, perguntar: o que fazer.


Padre Renato Oliveira

Pascom Diocesana