google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

Missa do Crisma celebra a unidade da Igreja reunida em torno do pastor

O Clero da Diocese de Rubiataba-Mozarlândia esteve reunido na quinta-feira, 07 de Abril, para a celebração da Missa do Crisma. Este ano, mais uma vez, a Santa Missa, que aconteceu na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Concatedral de Mozarlândia e contou com a presença dos sacerdotes, religiosos e religiosas que atuam pastoralmente na Diocese e leigos representantes das diversas comunidades Paróquias.


Fotos: Camila Rego, Pascom Concatedral

Significado da celebração

A Missa do Crisma, que também é chamada Missa dos Santos Óleos ou Missa da Unidade, manifesta o mistério do sacerdócio de Cristo, participado pelos ministros ordenados, que, neste dia, diante do seu bispo, renovam suas promessas sacerdotais. Nesta ocasião o bispo também preside a benção dos óleos do Batismo e Unção dos Enfermos e realiza ainda a consagração do Crisma.


Memória da História

O Bispo Diocesano, Dom Francisco Agamenilton, lembrou que o mistério de Cristo e da Igreja está presente na história através de todos aqueles que anunciam a Boa-Nova de Cristo:


“Esta Igreja está aqui: a diocese Rubiataba-Mozarlândia que há 43 anos fecunda com a fé cristã o noroeste goiano. Ela se faz tangível nesta celebração ao reunir o bispo, os presbíteros, diácono, religiosas, leigos e leigas. Somos os ungidos do hoje da história que, prosseguindo os passos dos irmãos ungidos de ontem, anunciamos a boa-nova aos pobres, proclamamos a libertação aos cativos e aos cegos a recuperação da vista, libertamos os oprimidos e proclamamos a aliança de Deus com todos”.


Referindo-se ao trabalho de todos os homens e mulheres que atuam na ação evangelizadora na Diocese o Bispo agradeceu a “oferta da vida” que é “transformada em incansável serviço”, de modo especial dirigiu-se aos presbíteros, cooperadores na missão:


“Em meio a este povo sacerdotal estão os presbíteros, discípulos missionários, ungidos pelo Espírito do Pai que os configurou ao Filho, cabeça e pastor. Vocês, queridos padres, são portadores da Palavra Eterna do Pai, criadora e recriadora. Continuamente vocês formam e alimentam os fiéis mediante a força sacramental do caráter imprimido em suas almas no dia de sua ordenação”.


Santos Óleos

Durante a celebração foram abençoados os óleos dos Catecúmenos e dos Enfermos e o Santo Crisma foi consagrado. Dom Agamenilton lembrou a importância desse gesto de comunhão:


“Ao levarem os Santos Óleos para as Paróquias levem também o meu abraço fraterno aos paroquianos. Digam-lhes que esses óleos brotaram de uma única fonte: o Senhor Jesus Cristo, que fez nós um só povo, com uma só fé e um só Batismo. Digam-lhes que estes óleos foram abençoados nesta igreja mãe, casa de todos, lugar de unidade de onde continuamente sobem louvores e preces por todos os diocesanos”.


Confira o registro da celebração aqui.

Fotos: Camila Rego, Pascom Concatedral