google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

Dia de Oração pelo Afeganistão

Vatican News

Em consonância com o apelo do Papa Francisco no Angelus do último domingo, quando pediu oração, jejum, penitência pela situação no Afeganistão, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil convocou para quarta-feira um Dia de Oração e Missão pela Paz no Afeganistão.


Uma Dia de Oração e Missão pela Paz no Afeganistão, na quarta-feira, 1º de setembro, foi convocado pela Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio de sua Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, em conjunto com a Fundação de direito pontifício Ajuda à Igreja que Sofre.


A iniciativa - lê-se no site da CNBB – “se faz ainda mais importante pois o povo afegão tem vivido desde 15 de agosto, quando o Talibã tomou a capital Cabul, dias de guerra com muitas mortes e violência”.

O Dia de Oração quer responder, desta forma, ao apelo lançado no Ângelus de domingo pelo Papa Francisco, quando dirigiu uma forte exortação aos fiéis para que rezem e jejuem pela paz no Afeganistão e convidou o mundo inteiro a “continuar a assistir os necessitados e rezar para que o diálogo e a solidariedade levem ao estabelecimento de uma convivência pacífica e fraterna e ofereçam esperança para o futuro do país”.


Por fim, a CNBB recorda que o “Dia de Oração e Missão” faz parte de uma série de iniciativas semelhantes que pretendem colocar o valor da oração como ação missionária, visando também garantir que cada católico, no período de 24 horas, dedique um momento de oração por uma região particular do mundo.


A iniciativa também é difundida nas redes sociais, por meio do uso de hashtags especiais. Para o dia 1° de setembro foi criado o #rezepeloafeganistao. Recentemente, dias semelhantes foram realizados pela Terra Santa e pelo Haiti, uma ilha devastada por uma grave crise política e social, bem como por um dramático terremoto de magnitude 7,2, ocorrido em 14 de agosto.