google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

Clero realiza retiro espiritual

O clero da Diocese de Rubiataba-Mozarlândia esteve reunido para o Retiro anual. O encontro aconteceu no Mosteiro Santa Cruz, em Anápolis, entre os dias 14 e 18 de março e foi dirigido pelo bispo auxiliar de Belo Horizonte, Dom Júlio César Gomes.



O retiro canônico é um tempo especial da graça de Deus na vida do Presbítero para renovar suas forças e viver a experiência de profundidade do mistério do amor de Deus. Antes de tudo, é tempo para estar com o Senhor, do mesmo modo que Jesus, em diversos momentos nos Evangelhos, fazia questão de chamar os seus discípulos para um lugar à parte.


Dom Júlio iniciou o retiro lembrando o Evangelho do 2º Domingo da Quaresma em que Jesus se transfigura diante de Pedro, Tiago e João. Partindo deste ponto, lembrou que o retiro é um tempo de escutar o Filho de Deus. O bispo destacou ainda que é urgente ouvir a Palavra, sobretudo neste tempo em que o homem tem sido colocado no centro de todas as coisas, em detrimento da centralidade do próprio Deus.


Toda a experiência do retiro foi centrada na escuta da Palavra de Deus através da Lectio Divina. Dom Júlio lembrou que esta é uma oração não de uma elite religiosa, mas de todo Povo de Deus, dos pobres e pequenos e que precisa ser entendida não como passos isolados, mas como dimensões que se relacionam entre si.


O bispo escolheu a experiência do apóstolo Pedro como fio condutor para as meditações. Lembrou a impetuosidade de Pedro e seu processo de conversão, passando do homem medroso, que treme quando lhe é perguntado se ele conhece Jesus, ao homem cheio do Espírito Santo cuja sombra curava. Tudo isso pelo fato de que, antes de tudo, Pedro guardou a Palavra de Jesus.


O retiro encerrou-se com a Santa Missa em ação de graças pelo aniversário de Dom Júlio.