google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440 Devotos de Aparecida celebram a Padroeira do Brasil e a abertura do Ano Jubilar e Mariano | Diocese de Rubiataba

© 2014 por PASCOM RuMo. Resiolli/WIX.com

Tel - (62)3348-6187

dioceserumo@hotmail.com

Rua João Paulo II, Q. 08, L. 06 St Camões 

76700-000 Mozarlândia/GO

Rubiataba-Mozarlândia

Devotos de Aparecida celebram a Padroeira do Brasil e a abertura do Ano Jubilar e Mariano

13/10/2016

 

Após nove dias de novena em preparação a Festa da Rainha e Padroeira do Brasil, o Santuário Nacional amanheceu neste dia 12 de outubro, repleto de devotos de Nossa Senhora Aparecida.  As festividades da Mãe Aparecida tiveram início com a Vigília Mariana que aconteceu das 00h00 às 4h30.

 

Às 7h, o Dia das Crianças foi celebrado na Santa Missa das Crianças no Altar Central, presidida pelo padre Aloísio Mota, Missionário Redentorista. Com a basílica repleta de crianças, que também participaram da liturgia por meio das leituras, servindo no altar e compondo o coral, com as crianças do PEMSA (Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida), padre Aloísio lembrou a importância de olharmos para as crianças como aprendizes. 

“Vamos olhar para as nossas crianças como aprendizes, precisamos aprender com elas, precisamos olhar para as crianças como aprendizes de sua inocência, da sua capacidade de perdoar, da sua capacidade de olhar sempre para o futuro com esperança”.  O sacerdote conclui dizendo: “O lugar delas é na escola, mas o lugar delas também é como professoras de nós adultos, que ensina para nós como é o verdadeiro discipulado”.

 

Missa Solene
Na Santa Missa Solene às 9h, diversas autoridades, religiosos e devotos acompanharam a entrada da pequenina imagem de Aparecida e se emocionaram com o carro andor, representando um sol, nos lembrando que Maria é a luz que nos guia, para chegar a Jesus.

 

A Festa da Padroeira desse ano traz o tema “O Rosto Misericordioso de Maria” e Dom Raymundo Damasceno Assis, cardeal arcebispo de Aparecida, em sua homilia salientou a intercessão de Maria, afirmando que Ela não desampara nenhum de seus filhos.

“Maria, mãe de Deus, é a mãe da misericórdia. “Ela tem as chaves do coração de Deus” e a Ela podemos acudir, a qualquer momento, cheios de confiança, pois nunca se ouviu dizer que alguém tenha recorrido a Ela e fosse por Ela desamparado.” 

O Cardeal frisou o significado especial das comemorações desse ano com a abertura das celebrações dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul e o Ano Nacional Mariano. 

“A CNBB, com o intuito de incentivar toda a Igreja no Brasil a participar da celebração do tricentenário do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, instituiu o Ano Nacional Mariano que se inicia, também, hoje e que certamente muito contribuirá para aumentar o amor e a devoção a Nossa Senhora. A Igreja no Brasil está convidada, durante  o Jubileu e o Ano Mariano,  a  se unir em ação de graças a Deus pelos inúmeros benefícios que Ele por intercessão da Padroeira do Brasil, tem derramado sobre o povo brasileiro ao longo desses 300 anos”. 

 

Ao final de sua homilia Dom Raymundo cumprimentou as crianças e leu a mensagem que o papa Francisco enviou ao Santuário de Aparecida em virtude da Semana da Criança.

 

Tags:

Please reload

October 29, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Tags