google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440 Assim foi a última Missa do Padre Pio, poucas horas antes da sua morte | Diocese de Rubiataba

© 2014 por PASCOM RuMo. Resiolli/WIX.com

Tel - (62)3348-6187

dioceserumo@hotmail.com

Rua João Paulo II, Q. 08, L. 06 St Camões 

76700-000 Mozarlândia/GO

Rubiataba-Mozarlândia

Assim foi a última Missa do Padre Pio, poucas horas antes da sua morte

22/09/2016

DENVER, 19 Set. 16 / 06:00 pm (ACI).- Em 22 de setembro de 1968, São Pio de Pietrelcina, conhecido como o Padre Pio, celebrou sua última Missa poucas horas antes de morrer no dia seguinte. Essa Eucaristia foi gravada em um vídeo.

 

O santo frade capuchinho teve alguns problemas de saúde no final dos anos 60, mas apesar da sua fragilidade e cansaço, continuava celebrando a Missa e atendia aproximadamente 50 confissões diárias.

 

No dia 20 de setembro de 1968 o Padre Pio completou 50 anos de ter recebido pela primeira vez os estigmas de Cristo, ele ia celebrar a Missa Solene para os peregrinos, mas, devido ao cansaço, pediu aos seus superiores celebrar uma Missa menor. Entretanto, ao ver a quantidade de peregrinos, decidiu prosseguir com seu plano original de celebrar a Missa Solene. Esta é a Missa que vemos no vídeo.

 

Na madrugada do dia 23 de setembro, já moribundo, chamou o seu superior para confessar-se e renovar pela última vez seus votos de castidade, pobreza e obediência. Pronunciou silenciosamente as palavras enquanto olhava para o seu rosário, e segundo contam algumas pessoas, antes de morrer, o Padre Pio disse que viu “duas mães” que acreditam que eram a Virgem Maria e a sua mãe terrestre.

 

A causa de sua morte foi um ataque ao coração. Os que estavam presentes disseram que quando faleceu as feridas dos estigmas imediatamente se curaram.

 

O Padre Pio nasceu em Pietrelcina, Itália, em 25 de maio de 1887. Seu nome era Francisco Forgione e tomou o nome de Frei Pio de Pietrelcina em honra a São Pio V, quando recebeu o hábito de Franciscano capuchinho.

 

Durante sua vida lhe atribuíram muitos milagres como curas, diziam que podia ler as almas, levitar e o dom da bilocação.

 

Seu corpo permaneceu incorrupto até anos depois da sua morte e foi enviado a Roma em fevereiro deste ano, como parte do programa do Jubileu da Misericórdia. Foi canonizado em 2002 pelo Papa João Paulo II, quem o conheceu quando ainda estava vivo.

 

A Arquidiocese de Boston nos Estados Unidos anunciou há alguns dias que o coração do Padre Pio será levado a essa cidade entre os dias 21 e 23 de setembro deste ano para ser venerado pelos fiéis. Esta é a primeira vez que uma relíquia importante do Padre Pio sairá da Itália.

Please reload

October 29, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Tags