google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440 Nota sobre a consulta pública do Senado Federal sobre o aborto | Diocese de Rubiataba

© 2014 por PASCOM RuMo. Resiolli/WIX.com

Tel - (62)3348-6187

dioceserumo@hotmail.com

Rua João Paulo II, Q. 08, L. 06 St Camões 

76700-000 Mozarlândia/GO

Rubiataba-Mozarlândia

Nota sobre a consulta pública do Senado Federal sobre o aborto

15/09/2016

 

Diocese de Rubiataba e Mozarlândia

 

Of.Cir.042/2016

 

Mozarlândia, 14 de setembro de 2016

Festa da Exaltação da Santa Cruz

 

Aos membros do clero, religiosas, pessoas consagradas, seminaristas e lideranças leigas, Diocese de Rubiataba e Mozarlândia – Goiás

 

ASSUNTO: Consulta pública sobre o aborto no Senado Federal

 

Irmãos e irmãs,

Louvemos o Nosso Deus, doador e protetor da vida!

 

Está em curso no Senado Federal uma consulta pública sobre a proposta de ementa em prol da legalização do aborto com o seguinte teor: “Regular a interrupção voluntária da gravidez, dentro das doze primeiras semanas de gestação, pelo sistema único de saúde”.

 

Considerando o teor desta proposta algo extremamente nocivo à dignidade da pessoa humana, devemos nos posicionar com firmeza para defender as pessoas que ainda não nasceram. Defender a vida do embrião não é uma atitude relegada ao campo da religião, como ideologicamente os fautores da morte querem fazer ver, inclusive usando largamente dos espaços da mídia e os ambientes acadêmicos.

 

Defender a vida desde sua concepção até o seu declínio natural deve ser, objetivamente, a atitude coerente que cada pessoa humana traz consigo, independente da crença, ideologia ou concepção filosófica, dado que a defesa da vida é algo inscrito no profundo da existência humana (Lei Natural).

 

“Os direitos inalienáveis da pessoa devem ser reconhecidos e respeitados pela sociedade civil e pela autoridade política. Os direitos do homem não dependem nem dos indivíduos, nem dos pais, e também não representam uma concessão da sociedade e do Estado pertencem à natureza humana e são inerentes à pessoa em razão do ato criador do qual esta se origina. Entre estes direitos fundamentais é preciso citar o direito à vida e à integridade física de todo ser humano, desde a concepção até a morte" (Catecismo da Igreja Católica, 2272).

 

SOLICITAMOS a todos (as) que se engajem nesta campanha e votem CONTRA esta proposta de ementa na página do Senado Federal. Incentivem os fiéis a tirar um tempinho para realizar esta ação de amor por aqueles que antes de nascerem poderão vir a serem vítimas do próprio Estado de Direito. Acessem o site do Senado Federal abaixo e defendam a vida humana para que não seja eliminada antes de nascer. “O mal cresce quando os bons não agem”.

 

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=119431

 

Divulguem nas celebrações e atividades pastorais das paróquias a existência desta consulta popular virtual e a importância de os fiéis participarem concretamente na defesa implacável da vida.

 

Fraternalmente em Cristo e a Santíssima Virgem.

 

Dom Adair José Guimarães

Bispo Diocesano

Tags:

Please reload

October 29, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Tags