google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440 Uma Porta da Misericórdia se abre | Diocese de Rubiataba

© 2014 por PASCOM RuMo. Resiolli/WIX.com

Tel - (62)3348-6187

dioceserumo@hotmail.com

Rua João Paulo II, Q. 08, L. 06 St Camões 

76700-000 Mozarlândia/GO

Rubiataba-Mozarlândia

Uma Porta da Misericórdia se abre

29/08/2016

 Dom Adair abre a Porta Santa em Araguapaz

 

Estamos vivendo o Ano da Misericórdia desde o dia 08 de dezembro do ano passado, data em que o Santo Padre, o Papa Francisco abriu a Porta Santa na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

 

Foi desejo do próprio pontífice que a Porta Santa fosse aberta também pelos bispos nas catedrais, santuários e outras igrejas de importância nas dioceses do mundo inteiro. Em Rubiataba, Dom Adair José Guimarães, bispo diocesano, já havia aberto a Porta Santa na Catedral e no Santuário Mãe de Deus.

 

A Porta da Misericórdia é um sinal do amor de Deus que deseja que todos nós adentremos ao seu coração de Pai. Por isso, para manifestar a proximidade desse amor a todas as pessoas, Dom Adair quis abrir a Porta Santa também em outras igrejas da Diocese. Neste final de semana foi a vez das Paróquias Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Mozarlândia e Paróquia Nossa Senhora da Guia, em Araguapaz.

 

A celebração em Mozarlândia aconteceu no encerramento do Congresso de Catequistas, no sábado, 27 de agosto. Já em Araguapaz a celebração se deu na manhã do domingo, 28 de agosto.

 

Até o dia 20 de novembro, Festa de Cristo Rei, os fiéis que passarem pela Porta Santa nessas paróquia podem lucrar indulgências. Padre Paulo Ricardo lembra que "a penitência (confissão) é um caminho para que os cristãos se libertem das consequências do pecado em seus corações. As indulgências, por sua vez, são os meios de a Igreja distribuir os méritos das penitências para os irmãos que, ainda sob o influxo do pecado, lutam para continuar firmes no caminho do Senhor". Funciona mais ou menos assim: se alguém bate o carro em outro carro por acidente pode pedir desculpas ao outro motorista. Este por sua vez perdoa, mas alguém vai ter de pagar o prejuízo. Na confissão o pecado é perdoado, mas é como se alguém precisasse pagar o prejuízo deixado. Aqui entram as indulgências, como o pagamento do prejuízo causado pelos nossos pecados.

 

Para que o fiel consiga as indulgências nesse Ano Santo é preciso passar com fé pela Porta Santa e cumprir as três condições: confissão sacramental, comunhão eucarística e oração nas intenções do Sumo Pontífice”. A indulgência pode ser oferecida por si mesmo ou por alguém já falecido e pode ser repetida todos os dias até 20 de novembro, data do encerramento do Jubileu da Misericórdia.

Dom Adair abre a Porta Santa em Mozarlândia

 

 

Please reload

October 29, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Tags