google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440 Simpósio destaca a Igreja como comunhão | Diocese de Rubiataba

© 2014 por PASCOM RuMo. Resiolli/WIX.com

Tel - (62)3348-6187

dioceserumo@hotmail.com

Rua João Paulo II, Q. 08, L. 06 St Camões 

76700-000 Mozarlândia/GO

Rubiataba-Mozarlândia

Simpósio destaca a Igreja como comunhão

28/04/2016

 

A Diocese de Rubiataba e Mozarlândia realizou o “Simpósio Teológico sobre a Igreja”. O encontro aconteceu em Rubiataba entre os dias 25 e 28 de abril e teve como tema “A Igreja como comunhão”. Participaram os membros do clero diocesano, religiosas, membros de comunidades de vida consagrada, candidatos ao diaconato permanente e fiéis leigos que atuam nas paroquias. O Simpósio, que foi assessorado por Dom Henrique Soares, Bispo de Palmares/PE, e faz parte da programação do Jubileu de criação da Prelazia/Diocese de Rubiataba e Mozarlândia.

 

Durante os encontros Dom Henrique destacou os elementos teológicos da Igreja, que partem da própria Trindade, pois, “antes que o mundo existisse a Igreja já estava no coração de Deus”. O nome Igreja vem do grego Ekklesia, que é entendido como a reunião do povo para discutir as questões da vida cotidiana. No entanto, guarda ainda um sentido mais profundo: o da quahal, termo hebraico do Antigo Testamento, usado para designar a convocação do povo de Israel para estar junto de Deus, ouvir sua voz e dizer amém. É nesse sentido que se compreende a Igreja: a assembleia, a comunidade dos que foram chamados pelo batismo para ouvir a voz do Senhor e fazer sua vontade.

 

Por ser obra da Trindade, Dom Henrique destacava que “na Igreja tudo vem do Pai e tudo vai para o Pai” e desse modo, como a Igreja exerce a mediação entre a Trindade e os homens, “na Igreja a eternidade de Deus entra no templo humano e toca a história”. O bispo destacou ainda que “Cristo não fundo (passado), mas Ele funda (presente) a Igreja. É algo sempre presente e atual, pois o tempo todo dá à Igreja Seu Espírito. Por isso, a Igreja vive do Espírito”. A súplica da Igreja é sempre para que, ao comungarmos o Corpo e Sangue de Cristo “sejamos reunidos pelo Espírito Santo e nos tornemos, em Cristo, um só corpo e um só espirito”. Esse Espírito é o Espírito de Cristo, derramado sobre a Igreja, de modo especial nos Sacramentos: aquilo que é proclamado na Palavra os sacramentos realizam.

 

O bom cristão ama a Igreja e procura conhecer e aprofundar-se na fé que professe para poder testemunhar mais eficazmente o dom do Espírito que recebeu pelo batismo e crisma.

Please reload

October 29, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Tags