google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

“Onde nasce Deus, floresce a misericórdia”.


Na noite do dia 24 de dezembro, o Papa Francisco presidiu a Missa do Santo Natal na Basílica de São Pedro. O Menino Jesus – disse em sua homilia - “ensina-nos aquilo que é verdadeiramente essencial na nossa vida”, e a partir de seu nascimento, começa para os homens de coração simples, “o caminho da verdadeira libertação e do resgate perene”. “Ele chama-nos a um comportamento sóbrio, isto é, simples, equilibrado, linear, capaz de individuar e viver o essencial”.


Na manhã do dia 25, do balcão da Basílica de São Pedro, o Santo Padre fez sua mensagem de Natal e a tradicional benção “Urbi et Orbi” – a cidade e ao mundo – onde convidou todos a ir a Belém com fizeram os pastores para “ver este sinal, este acontecimento que, em cada ano, se renova na Igreja. O Natal é um acontecimento que se renova em cada família, em cada paróquia, em cada comunidade que acolhe o amor de Deus encarnado em Jesus Cristo”. Lembrou ainda os lugares do mundo que estão em conflito e pediu a paz, sobretudo para os cristãos perseguidos: “aos nossos irmãos, perseguidos em muitas partes do mundo por causa da sua fé, o Menino Jesus dê consolação e força. São os nossos mártires de hoje”. Lembrando o Jubileu da Misericórdia, o Santo Padre encerrou sua mensagem recordando que “Onde nasce Deus, floresce a misericórdia”.

Claboração: Zenit/ CTV