google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440
 

Rubiataba-Mozarlândia

Diocese de

Óbulo de São Pedro: Uma prática antiga que chega até os nossos dias


No próximo final de semana (03 e 04 de julho) a Igreja celebra a Solenidade de São Pero e São Paulo. Neste dia é realizada uma coleta chamada de Óbulo de São Pedro. Vamos entender um pouco mais sobre esse gesto de fé e solidariedade.


Nasceu com o próprio cristianismo a prática de sustentar materialmente aqueles que têm a missão de anunciar o Evangelho, a fim de poderem entregar-se inteiramente ao seu ministério, tomando cuidado também dos mais necessitados (cf. Actos dos Apóstolos 4, 34; 11, 29).


No final do século VIII, os anglo-saxões, depois da sua conversão, sentiram-se tão ligados ao Bispo de Roma que decidiram enviar, de maneira estável, um contributo anual ao Santo Padre. Assim nasceu o "Denarius Sancti Petri" (Esmola para São Pedro), que rapidamente se espalhou pelos países europeus. Esta prática - como outras semelhantes aliás - passou por muitas vicissitudes diversas ao longo dos séculos até que foi consagrada pelo Papa Pio IX através da sua Encíclica Saepe venerabilis, de 5 de Agosto de 1871.


Esta coleta realiza-se atualmente em todo o mundo católico, coincidindo na sua maior parte com o dia 29 de Junho ou o domingo mais próximo da Festa dos Apóstolos São Pedro e São Paulo.


Saiba mais aqui.