google-site-verification=t0RqaUFOILcT8EBxg1NEFiP7WVYlBg00uilQ2klT440 diocese-de-rubiataba | COMISSÃO

© 2014 por PASCOM RuMo. Resiolli/WIX.com

Tel - (62)3348-6187

dioceserumo@hotmail.com

Rua João Paulo II, Q. 08, L. 06 St Camões 

76700-000 Mozarlândia/GO

Sobre a Comissão 

No dia 01 de junho de 2020, o Administrador Diocesano, Monsenhor Vanildo Fernandes da Mota, assinou o decreto canônico que instalou oficialmente a Comissão Especial para proteção de Crianças, Adolescentes e Pessoas em situação de vulnerabilidade. O serviço faz parte da rede católica internacional de Promoção e Tutela de Crianças, Adolescentes e Pessoas Vulneráveis da Santa Sé e foi instituído pelo Santo Padre, o Papa Francisco.

 

A Comissão mista é formada por representantes do clero, assessoria jurídica, psicológica e social e tem por objetivo auxiliar na prevenção e acompanhamento de casos suspeitos de abusos dentro do território diocesano.

 

Entre outras coisas, a comissão tem como responsabilidade:

- colaborar com o nos assuntos de prevenção a abusos de menores;

- estudar medidas de acolhimento, acompanhamento e ajuda às vítimas;

- acolher e estudar casos suspeitos proporcionando atendimento e acompanhamento psicossocial a vítima.  

 

A iniciativa nasce do pedido do Papa Francisco, que publicou em 2019 uma Carta Apostólica, sob forma de motu próprio (de livre iniciativa do papa, sem consulta a uma comissão ou um cardeal), chamada Vos Estis Lux Mundi (Vós sois a luz do mundo, em latim), em que o Santo Padre expressa a determinação de todas as Dioceses no mundo colaborarem de forma efetiva no combate ao abuso de poder, consciência e sexual de menores e vulneráveis.

Membros 

Mons. José Modesto Arriel 

Presidente 

Padre Ítalo Breno de C. Passos 

Dr. Márcio José Veloso 

Dra. Carmem Silma Moreira 

Irmã Maria da Conceição Cunha 

Saiba Mais 

Documentos da Comissão 

Lembrando:

Ao entrar em contato com a Comissão preencha todos os campos e descreva sua mensagem. 

"Os denunciantes e informantes devem fornecer os elementos referentes ao caso de forma mais detalhada possível" Regulamento, Art. 10

Seu e-mail vai direito para o Presidente da Comissão. 

O Sigilo é garantido, mas não são aceitas denúncias anônimas. 

Lembre-se que ao entrar em contato com a Comissão não se deve mentir. 

Contate-nos